Onde você mora?

Provavelmente você já escutou as mais diversas respostas para essa pergunta. Moro na rua da ladeira, no bairro do limão, no Rio de Janeiro, no sudeste, no Cerrado, na Amazônia, no Pantanal. Mas por que será que quanto mais nos aproximamos de grandes cidades, como São Paulo, menos provável nos parece alguém responder a esse questionamento com “eu moro na região da Mata Atlântica”?

De acordo com uma pesquisa conduzida pela Universidade de Washington (EUA) e publicada na revista Science, viver em grandes cidades causa uma maior desconexão com a natureza. Se você mora em uma metrópole, provavelmente já se deu conta disso quando olha pela janela e vê muito cinza e pouco verde. Entretanto, nossa continuidade depende dessa ligação tão íntima e importante com a natureza.

Por isso, a Mamangava reconhece a riqueza dos biomas brasileiros, fomentando o cultivo de suas espécies nativas e o compartilhamento de informações. Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampas e Pantanal. São esses os seis quadros de paisagens e sistemas ecológicos do Brasil. Cada um deles abriga diferentes tipos de vegetação e fauna, sendo essenciais para a existência e continuação de habitats para as espécies, a manutenção de serviços ambientais e o fornecimento de bens para a sobrevivência da população.

Vale lembrar que as definições de biomas podem variar. Alguns autores chegam a mencionar até dezoito classificações brasileiras, como Leopoldo Magno Coutinho, no livro Biomas Brasileiros. Nesse site, a Mamangava adota as seis definições mais abrangentes, conforme informações divulgadas pelo Ministério do Meio Ambiente.

Saiba mais sobre os nossos biomas