Grandiosa, deslumbrante e respeitável. Não à toa ela atrai olhares de todo o planeta. A começar por seus habitantes enigmáticos, que povoam o imaginário de brasileiros e forasteiros. Símbolo da beleza e diversidade natural, a maravilhosa vitória-régia foi uma jovem índia apaixonada pela Lua e pelas estrelas. Ao vê-las refletidas nas águas, Naiá nadou o mais fundo que pode, até desaparecer. Comovida com tanto amor, a deusa da Lua transformou-a na mais linda das plantas amazônicas.

Mas acima de todo encantamento, a Amazônia é também intimidadora. Afinal, seu grande protetor tem cabelos de fogo e pés virados para trás, além de ser o terrível inimigo daqueles que desmatam e caçam indiscriminadamente. Inteligente, o chamado Curupira atrai os caçadores para o meio da floresta, fazendo-os perder o rumo e lembrando a todos que a relação com a mata não é de exploração, mas sim de respeito a vida.

Considerada o maior bioma do Brasil, a Amazônia se estende por mais de 4 milhões de km², abrigando 2.500 espécies de árvores e 30 mil plantas – catalogadas até o momento. Nessa vastidão de verde, que inclui grandes rios, cachoeiras e igarapés, é difícil imaginar que o espaço também contemple pedaços de campos e savanas, dividindo-se em trechos de terra firme e alagada.

Nela também se localiza a maior bacia hidrográfica do mundo, responsável por lançar ao mar cerca de 175 milhões de litros d’água por segundo. Além disso, toda a vegetação da região contribui para os incríveis “rios voadores”, fenômeno que viabiliza a chuva nas cabeceiras do rio Amazonas, assim como em parte das regiões sudeste e sul, Paraguai e Argentina. Um perfeito e delicado equilíbrio, sensível a quaisquer interferências.

SAIBA MAIS SOBRE OS OUTROS BIOMAS:

AMAZÔNIA
Coleção

AMAZÔNIA

Para celebrar a beleza e grandiosidade deste bioma, além das plantas que selecionamos cuidadosamente para vocês, preparamos uma ilustração com elementos marcantes dessa mata mítica e rica em diversidade.