Xique-xique: A cactácea, típica do semi-árido nordestino, espalha seu – MAMANGAVA

Postagens & Páginas

Ver todos os resultados (0)
Xique-xique: A cactácea, típica do semi-árido nordestino, espalha seu nectar aqui.
O xique-xique é uma espécie 100% brasileira – afinal, ela só ocorre por aqui –, que atrai olhares por combinar a robustez de um caule espinhoso com a delicadeza de suas flores esbranquiçadas. Quando polinizada, essa planta ganha mais um detalhe incrível: frutos arredondados e de maravilhosa coloração rosa. Importantíssimo para a cultura nordestina, principalmente por servir de alimento durante os longos períodos de seca nas áreas de Caatinga, o xique-xique é encontrado principalmente no estados do Ceará, Rio Grande do Norte e Bahia.

Curiosidades do xique-xique:

  1. Planta alimentícia não convencional: Apesar de possuir um corpo espinhoso, que assusta à primeira vista, o xique-xique é um alimento muito nutritive. Com opções de prepare que vão de um simples refogado, passando por geleias e cocadas, até um sofisticado ceviche, seus frutos e caule fazem parte da culinária local nordestina.

  2. Alternativa na seca: Para os animais rurais, o xique-xique é praticamente a única opção de alimento durante os períodos de eca intense no nordeste. Isso porque as reservas de mandacaru, macambira e coroa-de-frade, outras espécies típicas da região, costumam se exaurir antes.

  3. Visite Xique-xique: Localizado no estado da Bahia, o município foi assim batizado por conta da quantidade de cactos encontrados por seus primeros povoadores. Situado à margem direita do Velho Chico, seus habitantes são carinhosamente chamados de xiquexiquenses.

  4. O xique-xique na natureza: Típica da Caatinga, a espécie apresenta troncos com fortes espinhos, curvando-se lentamente em direção ao sol. Adaptada para sobreviver em ambientes quentes e secos, o xique-xique ocorre em fendas de rochas e solos arenosos.

  5. Xique-xique em casa: pode? Claro! E a melhor maneira de cuidar do seu é colocá-lo em um ambiente com bastante incidência de raios solares e maneirar na rega – quinzenalmente durante a temporada de calor, espaçando ainda mais o período durante o inverno.


Que tal ter uma pérola do nordeste entre as suas plantas? Conheça nossa Coleção Caatinga.

Deixe seu comentário